terça-feira, 1 de novembro de 2016

Carimbó Belém do Pará

carimbó é uma dança de roda de origem indígena, típica do litoral do estado do Pará, no Brasil. O nome também se aplica ao tambor utilizado nesse estilo de dança, que é chamado de "curimbó".[1] Uma forma de expressão marcada pelo ritmo e pela dança, sendo, também, uma das principais fontes rítmicas da lambada. Na forma tradicional, o carimbó é acompanhado por tambores de tronco de árvoresafinados a fogo.
A dança se espalhou também pela Região nordeste do Brasil. O carimbó é considerado um gênero de dança de origem indígena, porém, como diversas outras manifestações culturais brasileiras, miscigenou-se, recebendo outras influências, principalmente da cultura negra.[2] https://pt.wikipedia.org/wiki/Carimbó

siriá é uma dança brasileira originária do município de Cametá, localizado no estado do Pará.[1] É considerada uma expressão de amor, de sedução e de gratidão para os índios e para os escravos africanos ante um acontecimento. Para eles é algo sobrenatural e milagroso. O seu nome derivou-se de siri, influenciado pelo sotaque dos caboclos e escravos da região. Os elementos são os mesmos utilizados na dança do carimbó, porém com maiores e mais variadas evoluções. O Siriá é um pássaro amazônico. Existem o ritmo e a dança.https://pt.wikipedia.org/wiki/Siriá

A Dança do Siriá simboliza uma manifestação folclórica da Região Norte, no Estado do Pará. Sua essência está no batuque africano, mas já sofreu transformações e influências de outras culturas ao longo do tempo. Por apresentar ritmo contagiante e movimentos envolventes, a dança tornou-se parte da cultura tradicional paraense, sendo lembrada e valorizada em diversas cidades do estado. http://www.wikidanca.net/wiki/index.php/Dança_do_Siriá

Aurino Quirino Gonçalves ou Pinduca (Igarapé-Miri4 de junho de 1937) é um cantor e compositorbrasileiro.
Pertencente a uma família de músicos, Pinduca iniciou sua carreira aos 14 anos de idade cantando carimbó, ritmo que garantiu-lhe o título de "Rei do Carimbó"[1] e tornando-o uma das figuras mais conhecidas do estado do Pará. Aprendeu as primeiras letras e números com a Professora Primária do interior onde nasceu, a Senhora Raimunda Tocantins Lobato de Miranda, a Professora Dica.https://pt.wikipedia.org/wiki/Pinduca

De autoria de Mestre Lucindo, de Marapanin (litoral paraense), a letra exata destas duas canções é tema controverso, pois encontram-se diferentes versões nas faixas disponíveis. O criador desse e de outros clássicos do carimbó paraense era conhecido como “poeta da natureza”.http://cafecomtamaquare.com/3-carimbos-imprescindiveis/